Quem sou eu

Minha foto
São Luís, Maranhão, Brazil
Eu sou um poema inacabado que ninguém nunca leu. Eu sou a paisagem daquele quadro que o pintor não terminou. Eu sou uma tarde quente de verão em que não choveu. Eu sou Aquele rio que secou Antes de alcançar o mar. Eu sou aquele sonho bonito que ninguém realizou. Eu sou a escultura quase perfeita que caiu da mão e quebrou. Eu sou aquela paixão gostosa que por medo, alguém sufocou. Eu sou o amor que alguém esperava mas nunca chegou. Eu sou metade do que eu desejava ser... o dobro do que eu nunca esperei!!!

23 de jan de 2012

Um brinde ao destino!

Hoje amanheci me sentindo doente...é.... Não sei ao certo o que eu tenho....aparentemente estou saudável até demais... vejam o raio X... Agora imaginem, vocês, "Borboletas no estômago"...e eu achava que isso era coisa só de adolescente...até ter essa crise... Não sei se isso se dá por uma primeira impressão de algo idealizado...ou pela impressão de um reencontro,de algo que você nem sabia que tinha. Um beijo, um toque...um olhar... E toda uma existência de repente faz todo sentido do mundo... Como se você ou a outra pessoa fossem partes de um quebra cabeça perdido... E a sensação de estar uma vez, novamente completo, é algo que te alivia e ao mesmo tempo te dá medo, por que é algo que você não pode controlar,e não se sabe, se tao inesperado como chegou, inesperadamente também vá embora... Eu prefiro acreditar que não...queria poder congelar a minha vida numa fase assim...de modo a conservar um momento perfeito...para sempre... Algumas pessoas entram em nossas vidas e apenas tiram fragmentos de nós, deixam grandes estragos, nos tornam farrapos...são como erva daninha...outras, trazem a calmaria de uma tarde fria.... Outras ainda,te acrescentam muito,de muita coisa que as vezes não nos interessa... Mas há pessoas que simplesmente te trazem um equilibrio único, e ao mesmo tempo a tempestade,que te leva da euforia ás lágrimas nos olhos, essas pessoas tão diferentes e tão iguais, são as que te inspiram, e nos dão algo que só elas podem dar... Deixo pra vocês imaginarem as sensações e por mais que seja estranho dizer isso, aconselho a todos que se permitam sentir. Olhando assim, parece até um incômodo, mas é que as borboletas trazem junto com elas, coisas esquecidas, mágicas...coisas que só quem sente pode saber, não descrever. Não tenho palavras, voltei a ser uma adolescente patética,clichê,com versos patéticos de paixão. O futuro a DEUS pertence,mas o presente é nosso. Que seja eterno enquanto dure. Um brinde ao destino!

Nenhum comentário: